Bem vindo ao blog da Blog Cardiominas.

Tag Archives: holter

AAS previne infarto?

Tags:, , , , , , , , , , , .

Muitos estudos publicados recentemente questionam o uso rotineiro do AAS (Aspirina) na prevenção de infarto.

No consultório, ouço muitos pacientes dizerem que tomam AAS para “ralear” o sangue, e assim prevenir o infarto. Esta afirmação tem fundamento?

Para os pacientes que já tiveram algum evento cardíaco coronariano (infarto, angina, os que já fizeram angioplastia ou cirurgia cardíaca de ponte de safena) o uso do AAS é OBRIGATÓRIO e previne SIM a ocorrência de novos eventos.

Para os pacientes que NUNCA tiveram nenhum evento cardíaco coronariano, o uso de AAS é questionado, porém algumas afirmações são verdadeiras e podem ser ditas:

1- AAS em homens diminui infarto, mas não AVC (derrame cerebral)

2- AAS em mulheres diminui AVC, mas não infarto

3- O uso rotineiro de AAS aumenta a incidência de sangramentos

4- Para saber se vale a pena usar ou não a medicação deve-se avaliar o risco de sangramento x benefício

Portanto, a velha máxima ainda vale: “Não deixe de consultar o seu médico antes de usar qualquer medicamento”. Só ele sabe o porque você deve ou não fazer uso de determinado medicamento.

Um grande abraço.

Posted on 12 agosto '11 by Dr. Ricardo, under Cardiologia. No Comments.

Video Game para combater obesidade?

Tags:, , , , , , , , , , , .

Uma pesquisa realizada em conjunto pela Associação Americana de Cardiologia (AHA) e a Nintendo está mostrando que o videogame tem um impacto positivo no combate à obesidade. Antes considerado uma “marca” do sedentarismo, o videogame pode se tornar um aliado da cardiologia. Os “jogos ativos” (active games), como são conhecidos, tem recebido bons comentários dos cardiologistas de todo mundo.

Tudo começou com um estudo de saúde pública na Virginia Oeste (West Virginia) que mostrou que as crianças que jogavam Dance Revolution (Konami, Tokyo, Japão) – jogo que requer que o jogador dance no ritmo da música encima de um tatame de botões – melhora o condicionamento físico. Além disso, existem vários relatos isolados de pessoas que perderam peso jogando videogame. Após este estudo, o governo do estado da Virginia colocou este jogo em escolas públicas para ajudar no combate à obesidade infantil.

Sobre a pesquisa atual, não existem dados que permitam apontar o benefício a longo prazo destes jogos.

Como estes jogos simulam vários exercícios físicos tradicionais (corrida, salto, etc), e em geral, estimulam o jogador, colocando-o em uma situação de competição, fatores psicológicos positivos podem aumentar ainda mais o benefício que eles trazem à saúde.

Não sei se você já experimentou, mas eu já. Realmente me senti bem cansado e, após uma tarde inteira correndo e saltando obstáculos na tela, minhas perna doeram como se eu estivesse acabado de sair do primeiro dia de malhação na academia!

Um grande abraço.

Posted on 4 junho '11 by Dr. Ricardo, under Bem-estar, Cardiologia. 114 Comments.

Troca de válvula aórtica sem necessidade de cirurgia aberta

Tags:, , , , , , , , , .

Boa tarde!! Congresso americano de Cardiologia (ACC) terminado e a principal novidade (comentada com muito entusiasmo no congresso deste ano) foi sobre o estudo PARTNER, que avaliou a troca da vávula aórtica por prótese biológica implantada por via percutânea (através de cateterismo cardíaco).

Acho que entramos, definitivamente, na era do tratamento percutâneo das doenças valvares!!

O estudo, ainda não publicado, comparou o implante de vávula aórtica por via percutânea com o implante por cirurgia convencional (método tradicional). Após um seguimento de curto e médio prazo foram notados que os dois grupos de pacientes tiveram desfechos (como incidência de morte ou internações) semelhantes, ou seja, em termos de resultado, os métodos são equivalentes!!

Destaca-se ainda que os eventos na fase intra-hospitalar foram mais frequentes no grupo de pacientes que realizou a cirurgia aberta (tradicional), devido ao maior tempo de hospitalização e incidência de complicações nesta fase.

Esperamos que o estudo seja publicado em breve para o documentarmos como um marco na história da cardiologia e assim, com os resultados consistentes mostrados, ter tal procedimento incorporado ao rol de procedimentos pagos pelos convênios e planos de saúde. No Brasil, já foram realizados 28 implantes desta prótese em São Paulo, com resultados muito bons. Esperamos ver o uso rotineiro desta técnica em todo Brasil daqui a poucos anos!!

Um grande abraço.

Posted on 1 maio '11 by Dr. Ricardo, under Cardiologia. 106 Comments.

Descubra os sintomas do estresse

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , .

Quem de vocês nunca ouviu alguém dizer: “nossa já estamos em agosto!! Este ano passou muito rápido!!” Isto é um reflexo da vida agitada e estressante dos tempos modernos.

Muitos pacientes chegam ao consultório preocupados com a saúde do coração quando, na verdade, apresentam um quadro típico de estresse. Resolvi enumerar abaixo os principais sintomas relacionados à este quadro:

1) Palpitações;

2) “Formigamento” na ponta dos dedos e nos lábios;

3) Dor na nuca;

4) “Bolo na garganta que sobe e desce”

5) Falta de ar sem relação com esforços físicos.

De todos os sintomas acima o que mais preocupa os paciente são as papitações, que se manifestam como “fisgadas” no tórax ou pescoço, “batida forte do coração” ou sensação de “falha no batimento cardíaco”.

Por estarem excessivamente preocupadas com a possibilidade de ter doença cardíaca, os pacientes se tornam sensíveis às funções normais do coração. É comum sentir batimentos cardíacos adicionais (extrassístoles) logo antes de dormir ou quando se está descansando.

As palpitações ocorrem quando o coração apresenta algum distúrbio do RITMO ou FREQUÊNCIA cardíaca. Na maioria das vezes as palpitações são manifestações de arritmias benignas como taquicardia sinusal (aceleração do coração acima de 100 batimentos por minuto porém dentro do ritmo normal do coração) ou extrassístoles (“batimentos extra” que ocorrem antes do esperado ou “fora do ritmo”). Estas duas arritmias citadas são as mais frequentemente encontradas em pessoas com síndrome de estresse agudo, e são benignas, ou seja, não provocam infarto ou desmaio.

Todas as pessoas apresentam uma destas duas arritmias em algum momento da vida, porém, na maioria das vezes não sentem nada, ou seja, são completamente assintomáticas. Como se trata de uma condição benigna não necessita tratamento.

Caso o paciente seja muito sintomático, a ponto de as palpitações atrapalharem ou incomodarem o paciente com frequência no dia-a-dia, é necessário instituir o tratamento com medicações que diminuem a frequência cardíaca de repouso. À longo prazo é fundamental que o paciente inicie atividade física regular, pois o bom condicionamento físico fará com que o coração bata, normalmente, mais lentamente e, assim, os sintomas irão diminuir significativamente.

Se você apresenta palpitações procure seu cardiologista para realização de exames e uma avaliação mais detalhada. É importante lembrar que o eletrocardiograma de repouso pode vir completamente normal se for realizado fora do momento da palpitação. Em muitos casos é necessário a realização do Holter de 24h (eletrocardiograma de 24h) para flagrar a arritmia. Só assim poderá ser instituído o tratamento correto para o seu caso.

Posted on 5 agosto '10 by Dr. Ricardo, under Bem-estar, Cardiologia. 3 Comments.