Bem vindo ao blog da Blog Cardiominas.

Tag Archives: check-up

Atleta de fim de semana? Muito cuidado!!

Tags:, , , , , , , , , , .

Olá, estou de volta após um mês, pois estávamos com mudança no sistema de internet da CardioMinas.

Durante o carnaval assisti o programa da Globo “Bem Estar” e gostei muito. Contém muitas dicas que discutimos aqui no blog, porém explicadas de forma visual e muito prática.

Acima segue o vídeo na íntegra do programa do dia 08 de março, com a participação do Dr. Kalil (InCor) e abaixo transcrevo um texto muito interessante extraído do programa.

“As doenças cardíacas são as principais responsáveis pelas mortes súbitas na prática esportiva. Para evitar o pior, o ideal é fazer um check-up regularmente. Aqueles que já começaram a praticar exercícios devem prestar atenção a qualquer dor ou desconforto que aparecer durante a atividade, principalmente na região do tórax, pois esses sintomas podem indicar problemas cardíacos.

Segundo o chefe da seção de Cardiologia do Esporte do Instituto Dante Pazzanese, Nabil Ghorayeb, estima-se que 90% dos casos de morte súbita no esporte entre pessoas com mais de 35 anos em todo o mundo sejam causados por aterosclerose (depósito de gordura que entope as artérias coronarianas). A doença, que geralmente não apresenta sintomas, pode levar ao infarto agudo do miocárdio.

Entre os jovens, a cardiomiopatia hipertrófica (crescimento do músculo cardíaco causado por uma anomalia genética), muitas vezes também assintomática, é responsável por 56% das mortes.

A incidência de óbitos na atividade física, no entanto, é muito pequena, o que comprova que os exercícios, se bem orientados e realizados de acordo com os limites de cada um, trazem mais resultados bons do que ruins.

Um estudo americano divulgado em 2000 verificou uma taxa de mortalidade extremamente baixa: uma morte por 2,6 milhões de horas de atividades em academias. A vítimas eram principalmente homens de meia-idade, com histórico de doenças cardíacas ou fatores de risco (como obesidade e fumo), e praticantes de exercícios esporádicos”

Por isso, vale a regra: Se vc tem mais de 35 anos e deseja praticar atividade esportiva, faça antes um check-up e evite surpresas desagradáveis.

Um grande abraço.

Posted on 11 março '11 by Dr. Ricardo, under Cardiologia. 139 Comments.

“Hora-extra” causa infarto

Tags:, , , , , , , , , , , , , .

A suspeita de muitos foi agora confirmada cientificamente!!

Um trabalho publicado recentemente avaliou a incidência de infarto e angina em 6.000 trabalhadores da Inglaterra, sendo 4.262 homens e 1.752 mulheres.

Essas pessoas foram acompanhadas por 11 anos e ao final deste período observou-se que os pacientes que faziam 1 ou 2 horas-extras por semana apresentavam uma chance 2 vezes maior de infarto ou angina!!!

Notou-se também que estas pessoas (que faziam hora-extra) eram, na maioria: homens, tabagistas, casados e que ocupavam altos escalões de gerência. Típico, não acham?!

Este estudo veio ao encontro de outros estudos prévios que já mostravam que o excesso de trabalho estava associado à alterações na glicemia (açúcar no sangue) e incidência de diabetes  e alterações comportamentais. Por isso, tão importante quanto o controle dos fatores de risco que levam ao infarto (hipertensão, diabetes, obesidade, tabagismo, etc) é a qualidade e bem-estar no ambiente de trabalho.

Se a sua empresa possui ambulatório médico especializado ou dispõe de convênio médico, não perca a oportunidade e “corra” para fazer o seu exame médico e eletrocardiograma. O seu coração agradece.

Posted on 21 agosto '10 by Dr. Ricardo, under Bem-estar, Cardiologia. 123 Comments.

Descubra os sintomas do estresse

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , .

Quem de vocês nunca ouviu alguém dizer: “nossa já estamos em agosto!! Este ano passou muito rápido!!” Isto é um reflexo da vida agitada e estressante dos tempos modernos.

Muitos pacientes chegam ao consultório preocupados com a saúde do coração quando, na verdade, apresentam um quadro típico de estresse. Resolvi enumerar abaixo os principais sintomas relacionados à este quadro:

1) Palpitações;

2) “Formigamento” na ponta dos dedos e nos lábios;

3) Dor na nuca;

4) “Bolo na garganta que sobe e desce”

5) Falta de ar sem relação com esforços físicos.

De todos os sintomas acima o que mais preocupa os paciente são as papitações, que se manifestam como “fisgadas” no tórax ou pescoço, “batida forte do coração” ou sensação de “falha no batimento cardíaco”.

Por estarem excessivamente preocupadas com a possibilidade de ter doença cardíaca, os pacientes se tornam sensíveis às funções normais do coração. É comum sentir batimentos cardíacos adicionais (extrassístoles) logo antes de dormir ou quando se está descansando.

As palpitações ocorrem quando o coração apresenta algum distúrbio do RITMO ou FREQUÊNCIA cardíaca. Na maioria das vezes as palpitações são manifestações de arritmias benignas como taquicardia sinusal (aceleração do coração acima de 100 batimentos por minuto porém dentro do ritmo normal do coração) ou extrassístoles (“batimentos extra” que ocorrem antes do esperado ou “fora do ritmo”). Estas duas arritmias citadas são as mais frequentemente encontradas em pessoas com síndrome de estresse agudo, e são benignas, ou seja, não provocam infarto ou desmaio.

Todas as pessoas apresentam uma destas duas arritmias em algum momento da vida, porém, na maioria das vezes não sentem nada, ou seja, são completamente assintomáticas. Como se trata de uma condição benigna não necessita tratamento.

Caso o paciente seja muito sintomático, a ponto de as palpitações atrapalharem ou incomodarem o paciente com frequência no dia-a-dia, é necessário instituir o tratamento com medicações que diminuem a frequência cardíaca de repouso. À longo prazo é fundamental que o paciente inicie atividade física regular, pois o bom condicionamento físico fará com que o coração bata, normalmente, mais lentamente e, assim, os sintomas irão diminuir significativamente.

Se você apresenta palpitações procure seu cardiologista para realização de exames e uma avaliação mais detalhada. É importante lembrar que o eletrocardiograma de repouso pode vir completamente normal se for realizado fora do momento da palpitação. Em muitos casos é necessário a realização do Holter de 24h (eletrocardiograma de 24h) para flagrar a arritmia. Só assim poderá ser instituído o tratamento correto para o seu caso.

Posted on 5 agosto '10 by Dr. Ricardo, under Bem-estar, Cardiologia. 3 Comments.

Seu coração está preparado para assistir à Copa do Mundo?

Tags:, , , , , , , , , , .

Enfim começou a Copa do Mundo de Futebol…
Antes de escrever este post, atendi muitos pacientes em busca de exames de check-up, a maioria homens de 50 a 70 anos. Uma semana antes da Copa do Mundo começar, a procura por exames de check-up aumentaram significativamente. Muitos estavam preocupados com as fortes emoções que a Copa reserva. E gostariam de saber se estavam preparados para suportar.
A Copa realmente “mexe” com os corações brasileiros!! Todos nós esperamos que a Seleção Brasileira não nos dê sustos…
Se você está entre os milhões de brasileiros que vibram com a Copa e estão preocupados com sua saúde cardiovascular, esta é uma boa hora para fazer o check-up.

Um estudo alemão de 2008 analisou 4.279 pacientes admitidos por problemas cardíacos nos hospitais da Alemanha durante a Copa de 2006, que aconteceu lá. Depois, o número de casos foi comparado aos registrados em outros períodos do ano. E a conclusão foi bem alarmante:

“Assistir a uma partida de futebol estressante mais do que dobra o risco de se ter um ataque cardíaco”, diz o estudo. Não só o dobro de corações falhou por lá na época da Copa, como grande parte das emergências bateu com os horários dos jogos da seleção alemã. Ou seja: a Copa faz mal à saúde.

Uma avaliação do seu risco cardiovascular é muito simples, e consiste, basicamente, em: uma consulta com seu cardiologista; exames de sangue para avaliar a presença ou não de “doenças silenciosas” associadas com a aterosclerose (doença que provoca obstruções nos vasos sanguíneos): colesterol alto, diabetes, insuficiência renal, etc; um eletrocardiograma (ECG).

Dependendo da avaliação inicial você será “classificado” quanto ao risco de infarto nos próximos 10 anos em: baixo, médio ou alto risco.
De acordo com esta classificação você terá indicação de realizar exames mais específicos: teste ergométrico, angiotomografia das coronárias, cintilografia miocárdica ou cateterismo cardíaco.

Após esta avaliação você receberá algumas orientações do seu médico em relação à dieta, atividade física e medicações (quando necessário).

Aproveite esta oportunidade e coloque sua saúde cardiovascular em dia. Prepare o seu coração para a Copa do Mundo. Se a seleção brasileira ajudar, serão 7 provas de 90 minutos que o seu coração irá ter de aguentar!!

Posted on 17 junho '10 by Dr. Ricardo, under Bem-estar, Cardiologia. No Comments.